Diagnóstico

Como apresentado em “doenças vasculares”, elas podem ser divididas em três grandes grupos:

Doenças arteriais

Aneurismas, estenoses e oclusões

Doenças linfáticas

Linfedemas congênitos e adquiridos

Doenças venosas

Varizes e tromboses

Para definir os diagnósticos para confirmar ou excluir cada um deles, uma ferramenta poderosa é escutar atentamente as queixas do paciente, fazer uma ótima anamnese (entrevista) seguida de um exame físico completo.

Como métodos diagnósticos complementares, dispomos de exames não invasivos, como o eco Doppler colorido – ultrassonografia que avalia a forma e função dos vasos – arterial e venoso.

No grupo dos chamados exames semi-invasivos, as angio tomografias e angio ressonâncias fazem reconstituições 3D das imagens vasculares. Há, ainda os exames para avaliar a circulação linfática, sendo a Linfocintilografia, o mais utilizado na atualidade.

Finalmente, entre os exames invasivos, as angiografias (arteriografias e flebografias), sendo esta última raramente utilizada nos dias atuais devido ao avanço dos métodos não invasivos.

Eco Doppler colorido da Veia Safena Magna.
Eco Doppler colorido da Veia Safena Magna.